O Retorno triunfante de The Walking Dead com Spoilers

A Melhor Estréia de Temporada de Longe... Pessoas cobertas de Tripas de Zumbi, Retorno de Personagem Antigo, Personagem da HQ dando as caras...



Eu estava tão, tão, TÃO ansioso pelo começo da quinta temporada e ainda assim nada me preparou para um episódio tão bom e com tantas surpresas. E no final ficou a sensação de que foi um episódio curto... tanto que após os creditos uma cena é mostrada e eu fiquei realmente achando que o episódio ia continuar dali...






Antes de qualquer coisa, vou resumir o episódio em uma única palavra: Carol.

Como a evolução desta personagem vem sendo feita de forma brilhante! Não apenas ela rouba a cena do episódio, a mesma determinação que causou seu banimento do grupo por Rick na temporada anterior é agora responsável por salvar o ex xerife de forma brutal e inigualável. Some a isso uma abertura totalmente reformulada, que tava na hora já, e você tem 43 minutos absolutamente perfeitos de The Walking Dead!




O episódio abre com um vislumbre escuro do interior do vagão do trem, mas quem está ali dentro é Garreth, não Rick. Em um breve flashback, descobrimos que os atuais vilões também passaram por maus bocados, mas não temos muitos detalhes até que o tempo retorne ao presente e, dentro do mesmo vagão, temos o nosso grupo favorito de sobreviventes usando suas roupas para construir armas rudimentares e se prepararem para uma tentativa de escape. Infelizmente, Terminus está preparado para eles e os Canibais selecionam Rick, Bob, Daryl e Glenn para o abate ao lado de mais quatro desconhecidos. 



Bem, quatro não – três – já que um dele é Sam (uma bela referencia a uma temporada anterior, e não é a ultima), o rapaz que Rick e Carol encontram com a namorada logo antes do banimento dela da prisão. 



Rick e Sam tem tempo de trocar apenas um breve olhar de reconhecimento, uma vez que o jovem é logo degolado e deixado sobre uma banheira para drenar o sangue como frangos abatidos. Os estranhos seguem o mesmo destino rapidamente e, quando Glenn parece ter encontrado seu destino final, temos um momento espetacular pois todos que acomanham as HQs sabem que Glen morre com a cabeça estourada por um Taco de Beisibol (lucile) nas mãos de Negan (fiquem atentos ao final deste episódio por sinal), durante dois momentos de angustia o taco se aproxima de estourar a cabeça de Glen mas,Bob se manifesta revelando que Eugene tem a cura da infecção, mas Garreth não está interessado nele, é com Rick que ele quer conversar, descobrir o que Rick enterrou antes de entrar em Terminus. Com os olhos de Bob ameaçados pela ponta de um faca, o xerife revela todo o arsenal escondido, mas não sem deixar uma bela ameaça pairar no ar.



Enquanto isso, não muito distante dali, Carol e Tyreese se deparam com um dos rapazes de Terminus na floresta se preparando para distrair uma horda de zumbis que de aproxima com fogos de artifício. Carol o prende e deixa Tyreese vigiando o rapaz junto com Judith enquanto ela vai – sozinha – dar um jeito na situação. Coberta com as tripas de um zumbi, ela utiliza os fogos de artifício para causar uma bela explosão em Terminus, atraindo a horda naquela direção, distraindo os guardas e interrompendo o massacre que está acontecendo na banheira. Enquanto ela aproveita para se misturar aos zumbis e invadir Terminus, Garreth larga tudo que está fazendo para descobrir o que aconteceu, dando a rick tempo o suficiente para reagir aos açougueiros que os vigiam, libertando seus amigos e saindo ao resgate do resto do grupo, ainda preso ao vagão do trem.




O prisioneiro de Tyreese utiliza muita psicologia para deixar o grandão completamente neurótico, e consegue – até o momento em que se liberta e toma Judith como refém. Ele ordena que Tyreese, desarmado, deixe a cabana que os abriga enquanto um grupo de zumbis arranha as portas e janela. Para defender a vida do bebê, ele obedece e se entrega aos zumbis. MAS… em uma homenagem à sua antológica cena da HQ no ginásio da prisão, Tyreese destrói os zumbis com as próprias mãos – e o destino do seu captor não fica muito distante disso.

Carol penetra o perímetro de Terminus e vaga despercebida, encontrando a sala em que são guardados todos os bens das vítimas, da qual resgata a besta de Daryl (só não resgata a espada da Michone). Quando chega ao ginásio coberto de mensagens aos mortos, é rendida por Mary, que logo percebe que encontrou a pessoa responsável pela invasão. Com toda a sua frieza, Carol não deixa barato, conseguindo render a cozinheira do santuário, que revela que o local fora, no passado, um lugar seguro e que após receberem um grupo de selvagens que estupraram e mataram seus moradores, decidiram assumir uma nova postura: Se tornaram os açougueiros ao invés da carne. Mary desafia carol a matá-la, mas a ex-dona de casa não vai deixar tão barato assim: após atirar na perna da cozinheira, abre as portas do ginásio para os zumbis que se aproximam e logo a transforma na refeição do dia.




Dentro do vagão, sem saber ao certo o que acontece, o restante dos sobreviventes continua se preparando para lutar. Preocupada com o resultado da confusão, Sasha questiona Eugene em busca de respostas sobre essa misteriosa cura mas ele oferece em troca uma resposta bem enrolada envolvendo o Projeto Genoma e o desenvolvimento de armas biológicas. Não é como se algum de seus companheiros entendesse alguma coisa daquilo, não é mesmo? Logo, Rick surge abrindo as portas do vagão e o grupo se une para escapar, retribuindo o fogo dos moradores de Terminus ainda vivos. A última aparição de Garreth é tomando um tiro no ombro da arma de Rick – mas certo que ele reapareça mais pra frente, uma fase dita em um flasback mais para frente deixa isso muito obvio…



Deixando os zumbis tomarem Terminus, eles fogem para o mato em direção ao arsenal escondido de Rick. O xerife quer voltar para garantir que todos em Terminus estão mortos, mas Carl pede que deixem isso no passado e sigam em frente, um erro desta vez. Essa troca entre os dois é interrompida pelo momento mais aguardado da série em muito tempo: Ao ver Carol surgir na flores coberta de sangue, Daryl corre e se joga nos braços dela e até mesmo Rick, entendendo que ela foi responsável pela fuga deles, não consegue manter o distanciamento do dia de seu banimento, abraçando a velha companheira e deixando o caso de Karen no passado. Especialmente depois que ela os guia de volta para a cabana e lhe presenteia com um outro reencontro – a revelação de que sua filha está viva e muito bem cuidada. 

Enquanto Carl e Rick celebram o reencontro com Judith, Sasha cai nos braços do irmão. Pela primeira vez em muito tempo, o episódio parece fornecer um final feliz ao grupo, que retorna para os trilhos do trem para criar uma boa distância entre eles e Terminus. Ao passar uma das placas pelo caminho, Rick utiliza um pouco de sangue de zumbi para alterar o texto, deixando claro para os viajantes que seguirem que Terminus não é nenhum santuário…



Logo, somos presenteados com outro flashback da vida em Terminus – vemos Garreth consolando sua mãe, Mary por acaso – após mais um ataque do grupo que destruiu suas vidas, levando uma garota com eles. Ao que tudo indica, este é o momento de quebra em que a vítima se torna o vilão.... Reparem que este era um grupo pacifico destruido por um grupo de Selvagens, reparem que dos Selvagens que entra nos vagões com quem ele parece, como ele esta caracterizado... seria ele ? Lucile passeou pelo Terminus?

Uma dica importante: Aguardem o final dos créditos do episódio! Este primeiro episódio nos fornece um presente no final, com um retorno muito esperado pelos fãs da HQ seguindo o mesmo caminho de Rick e seus companheiros…

Que bom que voltou Twd... e vocês curtiram?



    Blogger Comment
    Facebook Comment
 
Copyright © 2013. Tia Nerd Show - All Rights Reserved
Template Created by ThemeXpose | Published By Gooyaabi Templates