10.5 MOTIVOS PARA CONTINUAR TRABALHANDO




Trabalhar é a soma de empenho e oportunidade. Dado os últimos tempos (anos, e não meses), cada vez é mais difícil conseguir somar esses dos produtos para conseguir essa resultante. Mas quando conquistado, não é nenhum mar de rosas, você vai ser constantemente contrariado se quiser dar o seu melhor pelos mais antigos, que por sua vez, não querem fazer algo relevante, e se sentem encolhidos se alguém o fizer. Vão surgir os obstáculos, o dinheiro talvez não seja satisfatório, os aborrecimentos vão surgir, sejam os funcionários que vão se aproveitar de você ser novato, ou mesmo algum chefe com necessidade de afirmação que queira te pressionar mais que o normal, ou talvez ele faça isso para o bem de ambos, para ver se sua força de vontade é algo digno de respeito e admiração dele, para que ele te possa dar melhores oportunidades.
Vão chegar àqueles dias em que você vai pensar em desistir, não querer nem levantar da cama, no Domingo já se aborrecer por lembrar que vai ter que estar cedo lá no outro dia, isso se não tiver que trabalhar no Domingo e nos feriados. Não é fácil, não vim aqui para dizer palavras bonitas, vim escrever o que eu vejo, e acrescentar que tudo isso que eu escrevi é algo totalmente usual para o seu crescimento moral (ou imoral, vai depender da sua força e instinto). Separei dez motivos para você, independente da sua profissão ou quanto tempo está nela, ou mesmo se a possui. Tudo isso só veio de meus poucos oito anos metendo a cara por ai, se te servir em algo, ótimo.

10. “É um trabalho, não totalmente quem eu sou”


Nem todo mundo tem amparo total da família para estudar o quanto precise para já começar em um bom emprego e remuneração idem. É um fato, e como diz a máxima “cresça sabendo que o mundo não lhe deve nada”, ou seja: se esforce e não peça que as coisas fiquem mais fáceis. Já dizia o famoso Ex-Presidente americano John F. Kennedy: “Não reze por fardos mais leves, reze por ombros mais fortes.” O primeiro trabalho que eu tive de carteira assinada foi aos 18 para ser um “faz-tudo” numa faculdade particular trabalhando 6 horas por noite e ganhando 340 reais, o trabalho era de serviços gerais, e bote gerais nisso, antes disso eu tinha tido vários empregos sem carteira assinada desde  13, e ainda ganhando menos. “Ah, você foi explorado”, sim, só que, no entanto o ensinamento que fui aprendendo na prática com eles, bem como saber valorizar cada pequena conquista é o tipo de coisa que nenhuma palestra ou livro de autoajuda faria por mim. E era um trabalho, um passo para uma escalada maior, não totalmente quem eu era.

09. Diminui sua dependência

 

“Eu não fui a determinado local porque meus amigos não foram comigo”, “Eu não comprei aquilo que era meu sonho porque meus pais não me deram grana”, “Não tive determinado objeto necessário porque na hora que eu precisei, meu grande amigo não me emprestou”. Não estou dizendo que as pessoas devem ser ilhas, e não contar com ninguém, estou dizendo que, se alguém hoje te ajuda, ótimo, mas antes de pedir algo a mais a ela, veja do que ela precisa para retribuir o que foi feito, além é claro, de pensar duas vezes em incomodar novamente. Ter amizades, família, relacionamentos amorosos e profissionais é essencial, porém ter uma dependência recorrente nas pessoas só vai aborrecê-las, diminuir o seu ímpeto de caçar o que deseja, ou mesmo se frustrar mais ainda quando na sua visão determinada pessoa “te der as costas.” E se tem uma coisa que responsabilidade no trabalho trás para sua vida é começar a realmente responder e aguentar as consequências dos seus atos (ou ser um Lokizinho safado colocando para quem ta do lado receber).

08. Menos Inércia na sua vida

 

Por mais que eu e você já tenhamos nos feito de coitadinhos e achado que somos os únicos que não tem disciplina para se manter no que começa, isso não é um mal exclusivo ou muito menos raro, pelo contrário, é algo que sempre atacou a todos da humanidade desde início dos tempos, em diferentes níveis dependendo do sujeito. O que ocorre é que quanto mais a vida fica “moderna”, mais ela vai ficando confortável, o que gera conformismo se traduzindo em inércia. Como diz um ditado popular “cabeça vazia é uma oficina para o Diabo”.

07. Melhora suas respostas emocionais
 

Como diz uma frase, não me lembro de quem era, acho que do Bill Gates: “Você acha seus pais cruéis, espere até ter um chefe”. O trabalho, mesmo quando leve, te faz ter uma atitude racional (ou não) sobre pressão, o que para a vida é extremamente importante, há não ser que você prefira se encaixar no arquétipo de fragilidade emocional moderna que o Coringa aposta “Um dia ruim e mais são dos homens se torna um lunático”.

06. Te faz correr em busca de aprimoramento

 

Porque é competição. Como já falei em outro post, a competição é um processo humano natural. Como diz Gary Kasparov: “Os seres humanos são maravilhosamente criativos para encontrar meios de passar o tempo de maneira inútil. É nessas ocasiões que um verdadeiro estrategista se destaca, encontrando meios de progredir, reforçar sua posição e se preparar para o conflito inevitável. E o conflito – não podemos esquecer – é inevitável.” Viver com medo de conflitar e competir é viver com medo de própria sombra. E se no trabalho, você não busca ser melhor do que é, logo alguém vai chegar e o fazer por fazer, obviamente atravessando sua posição.

05. Faz entender uma parte do que seus pais sofreram para te criar

Na infância, boa parte de nós chega até a ter raiva dos pais por eles não terem dado os brinquedos que quis, algo que eles fizeram por ter sido necessário, já que já estava investindo no filho em educação, saúde, lazer, moradia e outros. Salário mínimo no Brasil nunca foi referência mundial, o trabalhador brasileiro é um verdadeiro malabarista para conseguir dividir o pouco que ganha pelo muito que faz, quando você arranja um emprego, passa a entender uma pequena parte do que eles sofreram pra te criar. Você pode pensar nisso, ou continuar com a atitude de criança e achar que teus pais te devem dar uma casa, um carro, um bom emprego, bastante e até um par.



04. Te deixa mais CONSCIENTE

 

O que complementa o quesito anterior. Se eu te entregar gratuitamente 50 reais, provavelmente você pode gastar com qualquer besteira, mas se você trabalhou, calculou quanto você ganha por hora no trabalho e chegou a uma conclusão de quantas horas da sua vida foram gastas para conseguir esse valor... A coisa muda de figura.

03. Desperta o orgulho

 

O que é o orgulho? É algo tão ruim quanto dizem? Eu não enxergo assim, apesar de sempre dizerem “orgulho leva para o inferno”. Vejo o orgulho como sentimento motivador a tomar decisões e não ficar voltando atrás delas. Algo que te defini e te dá respeito. Veja Muhammad Ali por exemplo, sem entrar no mérito de que ele está certo ou errado, o que ele fez é um ótimo exemplo. Na vida, e principalmente no trabalho, se você for pelo caminho dos honestos (e não pelo dos puxa-sacos), você vai ter situações lhe colocadas com o intuito maior de lhe ferir, vai caber a você ter orgulho para enfrentar e não se deixas vencer, ou ser jogado contra o muro.

02. Proatividade
 

É um elemento que na maioria das vezes nasce conosco, porém pode ser bem desenvolvido no trabalho. É claro que existe hierarquia e valores, mas alguém que chegue e tome atitudes claras sem precisar ficar dando desculpas é o tipo de alguém que faz diferença. É aquela coisa, existem pessoas que vêem alguém executando alguma tarefa, são capazes de sentar ali do lado sem ajudar em 1% e ainda chega a conversar de modo descontraído com quem a executa. Assim como existe o tipo de pessoa criativa que vai chegar para somar. Você ta pintando a sua casa ou a varrendo, e esse individuo chega do lado e sem pedir já vai lhe ajudando. Só vagabundos enxergam o comportamento proativo como “coisa de otário”.

01.    Começar a ter um entendimento melhor do que é a sociedade


Em 2007 eu tinha um chefe, que até hoje é um amigo, ele gostava muito de assistir o BBB, alegando que lá é mostrado o real comportamento das pessoas. Particularmente acho isso uma perda de tempo. Quer ver o real comportamento ruim das pessoas ao tempo que faz algo? Tente resolver coisas na sua empresa, não uma ou duas, comece a simplesmente resolver. Logo você vai ver uma maioria esmagadora da empresa surgindo das sombras:
·                    Os que vão te esfaquear pelas costas, afinal “Aquele que se destaca, leva na cabeça”
·                    Os que vão pegar carona nisso e começar a deixar de trabalhar e te passar o serviço deles.

0.5. Não se acomodar.

Seu emprego sendo bom ou ruim, é sua escolha o tempo que vai passar em cada emprego. Se seu emprego não te promove por mais que se esforce, é hora de buscar outro, afinal, o mundo não nos deve nada, a vida não é como em um filme da Sessão da Tarde onde no final vamos ser reconhecidos pelo que fazemos, ganhar bastante grana e conseguir o cônjuge dos sonhos. A vida é para quem busque progredir é uma sucessão de tentativas, vários fracassos para se conseguir o primeiro acerto, e para quem não tenta, tenderá a ser ainda pior, os restos dos restos... Se houver restos.


Força e honra.
    Blogger Comment
    Facebook Comment
 
Copyright © 2013. Tia Nerd Show - All Rights Reserved
Template Created by ThemeXpose | Published By Gooyaabi Templates