Super-Herois Independentes - Hoje Entrevistando o Criador do Penitente!

Agora com os ânimos mais calmos, vamos conhecer um pouco sobre este herói nacional e seu Criador!


Com vocês uma entrevista muito bacana com o educadíssimo Lorde Lobo, que esta por trás do Penitente, e tem encarado a verdadeira Penitencia de Lidar com as Dificuldades do Cenário Nacional! 


                                             

                                        


Por fora o que vemos é o Penitente um Herói de Origens Mistica, com um Visual instigante que desperta Curiosidade, sempre presente em algumas Parcerias, mas vamos conhecer um pouco mais da Obra e do Artista agora:


Vamos Lá, Tudo bem Lobo?

LL - Oi, Flávio. Tudo bem, sim...

Me fala um pouco sobre seu papel no Cenário de Quadrinhos Nacionais, como você se vê neste mercado?

LL - Meu papel no cenário de quadrinhos nacionais?! Bem, ta aí uma pergunta que ainda não haviam me feito. Interessante...
Cara, o meu papel é de um simples produtor independente. Antes de qualquer coisa, sou um apaixonado por quadrinhos. Era leitor de quadrinhos estrangeiros, mas desde 2008 que não os leio mais (salvo raríssimas exceções) e tenho optado por ler a produção nacional. Portanto, também sou um leitor.
Sendo assim, meu papel é este: produtor e leitor de quadrinhos nacionais... especialmente, os que são trabalhados no gênero "super-herói".

Você é de que região do pais, qual estado, fala um pouco da tua história?

LL - Sou do Rio Grande do Sul, da cidade do Rio Grande. Meu envolvimento com as HQs começou desde cedo, por volta dos 4 anos de idade. Nesta época, eu "lia" apenas as imagens, é claro. Mas serviu para eu me apaixonar por esta mídia. Tanto que já passei dos 40 e ainda a curto demais!

Em sua Região existem mais Artistas da área e como é o convívio com estes artistas?

LL - Sim, aqui pelo Sul existem muitos quadrinistas. A relação é legal... cada um colabora com o projeto do outro como pode. Aliás, uma característica bem comum entre os quadrinistas nacionais independentes.

Quais são os seus Trabalhos e qual seu Carro Chefe (seu Principal trabalho)?

LL - Meus trabalho, profissionalmente falando, é o de jornalista ilustrador. Sou o chargista e o ilustrador do principal jornal de minha cidade. Paralelo a este trabalho, desenvolvo meus próprios projetos de quadrinhos e colaboro com os de colegas. Meus principais personagens são: Lipe (personagem infantil, obviamente voltado pro público infantil), o Topman (um super-herói de humor que se veste com a bandeira brasileira mas adotou nome estrangeiro para tentar ser aceito no mercado, personagem voltado pro público juvenil) e o Penitente (meu anti-herói, dedicado ao público adulto).

Como você vê a situação do cenário Nacional como um todo?

LL - De uma luta constante. Uma luta muito árdua, mas que traz algumas alegrias.

Como você encara a qualidade do cenário, quando se trata de seus conhecidos por exemplo, você conhece outros artistas certo, Como enxerga a qualidade destes trabalhos, os Trabalhos Deles?

LL - Sim, posso dizer que conheço MUITA gente deste meio. Alguns possuem trabalhos de ótima qualidade, que não perdem em nada para a produção estrangeira, como Samicler Gonçalvez (e seu super-herói Cometa), Anísizio Serrazul (Guerreiros da Tempestade), Danilo Bayruth (Necronauta), Rom Freire (Loonar e Grimórium), Nel Angeiras (Noturnos), Alan Yango (Maximus), Emir Ribeiro (Velta), Rafael Tavares (Invictos), entre outros tantos que eu realmente curto.
Há também os de qualidade mediana, os quais acredito estarem buscando aprimoramento pessoal e profissional, o que acho muito digno. São os que sabem ouvir críticas (descartando as vazias e aproveitando as construtivas) e as usam para melhorar.
Por fim, também existe os autores dos quais eu não gosto do trabalho.
Mas isso é normal...

Você considera que o cenário nacional é subvalorizado?

LL - Acho que o problema maior não é este... penso que antes de ser valorizado, supervalorizado ou subvalorizado, a produção nacional precisa ser incentivada, apoiada. Pra começo de conversa, não temos uma editora que invista na produção local.
Mas, devo deixar bem claro, que quando digo que a produção precisa ser incentiva e apoiada, obviamente, não estou falando de toda e qualquer produção, pelo simples fato de ser brasileira. Falo de incentivo e apoio para o produto de qualidade!

Você vê algo que possa Melhorar na Postura dos Artistas Nacionais, para contribuir com a Qualidade e diminuir o Preconceito, além de ir aos eventos, Ha qualidades a Melhorar algum defeito ou vicio a ser corrigido?

LL - Bem... não sou ninguém para dizer como os demais artistas devem se portar. Porém, acredito que saber ouvir as críticas é um bom caminho. E volto a salientar que, "saber ouvir", significa descartar as críticas meramente provocativas e negativas e atentar para as críticas que trazem sugestões e apontamentos que possam vir a melhorar a produção do artista.

Um anonimo Fã do Penitente la do Piaui perguntou,  ha Planos para um Futuro Inimigo Bem "Fodão", para o Penitente Combater, Ha planos neste sentido?

LL - Sim, no universo do Penitente há muitos inimigos "cascas-grossas" que ele irá enfrentar. Uns mais, outros menos, mas todos darão trabalho a ele.

Alguém Novo vindo por ai, algo especial a caminho?

LL - Planos para isso existem... mas vai depender de eu conseguir lançar. De inimigo poderoso, eu posso citar o Duplo, o Putrefador, o ToyBoy, o Asqueroso... mas eles ainda não apareceram nas HQs.
No site do Penitente, tem uma página destinada aos personagens.
Dá pra ter uma ideia de alguns dos demais componentes do universo do Penitente.

Um outro fã de Lavras MG pergunta quais foram as suas Influencias para o Penitente?

LL - Minha maior influência para o Penitente foi o 007, o James Bond. Basicamente, eu pensei assim: "Como seria se o 007 fosse um terrorista, e não um agente do bem e, após morrer, tivesse a chance de evitar que sua alma fosse pro Inferno?"

John Lenonm do Rio de Janeiro Pergunta (As Próximas 2 perguntas também são dele), O que te motiva a continuar nesse ramo, sendo que tem sempre alguém fazendo comparações e coisas do tipo?

LL - O que me motiva? Bem... costumo dizer que,  pra mim, fazer quadrinhos é uma necessidade básica, tal qual comer, ir ao banheiro, dormir e etc.
Estas comparações chateiam um pouco, quando notamos que são meramente provocativas. Mas, faz parte, eu sei...

Você tem planos expandir seu Personagem para outras mídias Jogos animações?

LL - Olha, na verdade, isso é uma coisa que ainda não toma minha mente. Antes de qualquer coisa assim, penso que é preciso estruturar ele nas HQs. Se um dia isso rolar, o futuro dirá...
Mas, repito, minha meta são as HQs!

Invandindo até outras áreas- com tantos filmes nacionais que são mais do mesmo, acha que seria interessante ter sua obra adaptada para o formato, o mesmo para obras de conhecidos do cenario nacional, quais você gostaria de ver como filme?

LL - Na verdade, já recebi convites de estudantes de cinema e tal... mas nunca passaram de convites.

Se surgir algo mais substancial tem chances de vermos algo?

LL - Estou sabendo que estão por fazer um filme sobre o Doutrinador, do meu amigo Luciano Cunha. Se realmente sair, vai matar a pau!

Você falou de Comparações, sua Obra já foi alvo de Criticas, Quais as mais comuns?

LL - Já, sim! Diversas vezes, é claro! Já fui alvo de críticas idiotas, que serviam apenas para tentar denegrir a minha produção (e estas eu descarto), e também, de críticas que me ajudaram bastante, como quando reclamaram que a minha tabela de cores estava muito clara, para o meu anti-herói. Isso ajudou muito, pois passei a trabalhar com uma tabela de cores com tons mais escuros, o que se encaixou bem melhor ao personagem.


Questão Extra: Com relação a comparações, criticas eu achei justamente uma Imagem na Internet, acho que de uma HQ Publicada, e não sei se o que esta escrito foi você ou o editor, e a imagem fala justamente disso, eu havia inclusive tido e impressão de que a imagem falava especificamente do "Grifter da DC Comics", mas busquei e só achei esta acima!


(Esta imagem fez parte de uma Série de encontros entre personagens Similares, e se tratava de uma competição de popularidade, entre eles para ver quem o publico conhecia ou não... Algumas delas Deram inicio a uma série de interpretação errada por alguns Quadrinistas Nacionais, naquela Matéria Polêmica)

Eu queria perguntar exatamente qual seria a sua posição, se esta é uma duvida recorrente, hoje em conversa com alguns fãs vejo eles defendendo bastante o fato de que o personagem se tornou Bastante original... Mas a pergunta se faz necessária, justamente para esclarecer estas duvidas, como você lida com isso esta Comparação Grifter x Penitente, qual o seu Posicionamento?

LL - Olha, teve gente tentando me atingir dizendo que o Penitente é uma mistura de Spawn e Bandoleiro.

Em relação ao Spawn, as únicas semelhanças se dão nos fatos de ambos serem soldados que foram mortos e voltaram ao mundo dos vivos. Já em relação ao Bandoleiro, só se parecem pelos dois usarem armas de fogo e um pano vermelho que cobre os seus rostos.
E as semelhanças param nisso!
As diferenças, por outro lado, são inúmeras! O Spawn usa um uniforme típico de super-heróis (colado ao corpo e com capa vermelha esvoaçante) e lança raios pelas mãos. Já o Penitente se veste  com sua calça e coturnos militares e  não joga raios por nenhuma parte do corpo. Já em relação ao Bandoleiro, dizer que se parecem, só por causa do pano que cobre os rostos deles é forçar a barra! Bem, antes de qualquer coisa, o Bandoleiro usa uma máscara (com furo para os olhos). Já o Penitente, cobre seu rosto com um lenço (não tem furos para os olhos).


Além disso, por que as pessoas não reclamam que o Bandoleiro se parece com o Jack Flag? Este sim, usa uma máscara MUITO parecida com a do Bandoleiros (só que o Jack é mais antigo, se não me engano)...


Quando o Penitente surgiu em minha mente, conforme já te disse, o personagem que mais me inspirou (na hora de entender o meu personagem), foi o agente James Bond, o 007.

Fora isso, não me importa se acham o meu personagem parecido com outro. 
Pensa o seguinte:
Imagina uma cena em que vários soldados estão enfileirados. Achas que todos possuem a mesma história de vida, pelo simples fato de estarem vestidos iguais?

Cada um tem sua história de vida.
Isso vale para os personagens. 
Alguns podem até se parecer em alguns pontos, mas cada um tem suas histórias para serem contadas.


Só para deixar Claro hoje pelo que eu vejo do seu Personagem e pela forma como você se comporta com relação as duvidas tirando todas elas sem reclamar ou crucificar quem perguntar, eu já trato sua obra e você como artista com um Respeito muito acima do que eu próprio esperava!

Qual o nível de Importância da Interação do Publico e até onde da para ir segundo as dicas que os fãs vão dando?

LL - Bem, acredito que, quando se faz um produto, seja ele qual for, é para atingir o público. Sendo assim, a opinião do público é de suma importância!

Tem algo que te irrite no Cenário de Quadrinhos Nacionais?

LL - Sim! As provocações disfarçadas de críticas, de gente que sequer leu, mas se acha no direito de opinar. Como se alguém pudesse opinar sobre um livro pela capa... quer dizer, até podem, mas quem vai levar a sério um crítico destes?!

Sobre isso eu Pessoalmente até defendo alguns casos, acho difícil alguém comprar algo que não ache Original, ou atraente já na capa, é meu posicionamento, mas respeito sua opinião e acho valida!

As vezes uma Pessoa tem um Personagem muito bem cuidado certo, Como você vê por exemplo a interação de seu personagem numa parceria com personagens de terceiros (crossovers), acha confiável este tipo de parceria, ela ajuda?

LL - Sim, eu curto muito! Tanto que tenho um título voltado apenas para estes encontros, o "Penitente encontra...", que já está na quarta edição.

Você acha que  obras de terceiros possam influenciar a opinião geral do Publico como um todo? Por exemplo, se houverem muitas obras medianas no mercado, isso pode fazer com que o Mercado ou o Cenário seja visto como um mercado mediano?

LL - Tudo que é lançado pode influenciar na opinião pública. Por isso que me irrito muito com campanhas de marketing mentirosas, do tipo "o primeiro super-herói gago", "a primeira super-heroína capenga" (foram exemplos idiotas, eu sei, mas servem para dar o tom do que quero dizer...), sem ao menos terem se dado ao trabalho de pesquisar se algo assim já foi lançado anteriormente.
Tem produção aí que, ao contrário de ajudar, são meio que tiro no pé da produção nacional como um todo... nestes casos, espero que os leitores saibam separar um autor do outro... é pra isso que no expediente tem os nomes dos envolvidos! Hehehehehehehe!
Por outro lado, revistas como a "Carrapato", dos quadrinistas Tony Brandão e Júnior Cortizo fazem um bem danado para a imagens das HQBs!

Catarse ou Outros Meios de Financiamento Coletivo você utiliza, Pode Divulgar se Quiser:

LL - Ainda não lancei nenhum projeto meu nestas plataformas de financiamento coletivo. Mas agradeço pelo espaço oferecido! Muita gentileza da parte de vocês!

Quais os Planos para o Futuro?

LL - Continuar produzindo, com a ajuda dos outros quadrinistas e ajudando nos projetos deles.


Meios de Contato com você e sua obra:

LL - Quem quiser conhecer o meu trabalho, convido a entrarem no meu site: www.lordelobo.com.br , pois lá o internauta poderá chegar aos meus principais personagens.

Com suas palavras como você descreve sua Obra e como ela deve ser encarada:

LL - Ahhh... prefiro deixar isso para os leitores concluírem.

Algum Recado para o Publico, ou para alguém em especial?

LL - Agradeço imensamente a todos que acompanham o meu trabalho. Eu e meus colaboradores lhes somos muito agradecidos!

Bom eu não poderia estar mais contente com o Resultado da Entrevista gostaria muito de agradecer a Paciência do Lorde Lobo, ao falar tão abertamente, inclusive sobre temas até mais Problemáticos para alguns outros artistas...

Para os que quiserem Buscar contato com o Lobo ou seu Personagem os Contatos estão acima, da também uma pesquisada nas redes sociais.

E para quem quiser Sugerir o Próximo artista e questões a serem feitas aos mesmos, pode acessar nas redes Sociais sempre por Blog Tia Nerd, tem Pagina Grupo etc...

Quer criticar, dar sugestões o espaço esta aberto abaixo também!

    Blogger Comment
    Facebook Comment
 
Copyright © 2013. Tia Nerd Show - All Rights Reserved
Template Created by ThemeXpose | Published By Gooyaabi Templates